Jader Barbalho - Senador Jader reforça apoio ao sistema de saúde do Pará com recurso extra de 50 milhões chico busca chico las palmas Where To Buy Xenical Orlistat 120mg Viagra Purchase Reviews Buy Propecia New Zealand

Categorias

Mais Lidas

Senador Jader reforça apoio ao sistema de saúde do Pará com recurso extra de 50 milhões

Cientistas, matemáticos e infectologistas lançaram recentemente uma plataforma aberta, desenvolvida por voluntários, que prevê o comportamento do coronavírus no Brasil em tempo real e faz previsões de sua evolução. Chamada de Spume, o software prevê que o pico da doença deve ocorrer em junho. Mauro Jeckel, CEO da Spume, diz que, em termos estatísticos, o covid-19 deve permanecer presente no Brasil ainda por cerca de dois meses e meio. Enquanto isso, estados e municípios se desdobram para equipar o sistema público de saúde para socorrer pacientes vítimas do vírus, cuja letalidade ultrapassou 25 mil mortes no Brasil. No Pará já são mais de 2.550 óbitos com mais de 31 mil casos.

Para atender todas essas pessoas é preciso ter estrutura, leitos hospitalares e equipamentos. Ontem o senador Jader Barbalho (MDB) anunciou ter conseguido junto ao governo federal mais R$ 50 milhões para a área da saúde, que serão destinados para o Estado do Pará.
O auxílio será repassado pelo Fundo Nacional de Saúde direto para o Fundo Estadual de Saúde e será utilizado no combate à pandemia da covid-19. Entre as ações cabíveis para a aplicação do repasse estão a compra de medicamentos, suprimentos, insumos e produtos hospitalares, inclusive equipamentos de proteção individual (EPI), para que os profissionais da área da saúde possam fazer o atendimento adequado aos pacientes devidamente protegidos.
O senador lembrou que os hospitais de campanha instalados no Pará já ajudaram 744 pacientes com o novo coronavírus, a se tratarem e saírem curados da doença. Jader ressaltou que as unidades, criadas com recurso do governo estadual somam 720 novos leitos, entre clínicos e de UTI nos municípios de Belém, Marabá, Breves e Santarém.

“Essa é uma doença nova. Percebo que todos nós estamos aprendendo com ela, profissionais de saúde, cientistas, a sociedade em geral e nós, que somos legítimos representantes do povo, que trabalhamos para atender da melhor forma possível a nossa população. Ouvimos a todo momento os especialistas alertarem para uma segunda onda da covid-19. Então temos que estar preparados para isso” alertou. Jader Barbalho lembrou que a dinâmica da assistência hospitalar continua a sentir a pressão que a covid-19 faz na disponibilidade de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI). “A rede estadual de saúde continua a trabalhar no limite em relação à disponibilidade de vagas de terapia intensiva e acompanho o esforço que o governador tem feito para oferecer novos leitos, principalmente para atender a demanda que chega do interior. Por isso considero fundamental a chegada de mais recurso para reforçar nossa estrutura de atendimento”, disse o parlamentar paraense.

Enquanto não se tem uma vacina contra a covid-19 e nem mesmo um tratamento específico para evitar complicações da doença, o isolamento social ainda é considerado a alternativa eficaz para combater a epidemia. Autoridades de saúde, médicos, sanitaristas, epidemiologistas e bioestatísticos avaliam que a epidemia não tem um só pico, e casos podem voltar a saltar a qualquer momento em todo o país.

Além do recurso extra obtido para o enfrentamento do coronavírus, Jader Barbalho também conseguiu a liberação de pagamento de quase R$1 milhão de suas emendas individuais.

Os recursos liberados são para atender ações nas áreas de saúde, infraestrutura e educação, entre elas a construção de unidade básica saúde, em Santo Antônio do Tauá; a reforma da Unidade Mista Dionísio de Oliveira Bentes, em Faro; compra de equipamentos hospitalares para a Benemérita Sociedade Portuguesa Beneficente, em Belém; a construção do calçadão, em Magalhães Barata; a construção do shopping popular, em Uruará; a pavimentação de cinco ruas, em Redenção; e a continuação da construção do prédio de laboratórios da Unifesspa, em Marabá.